A Orquestra

Fundada em 1997 pelos músicos mineiros Renato Almeida e Rosiane Reis, a ONG Orquestra Jovem Gerais é uma iniciativa voltada para a promoção do desenvolvimento humano por meio do acesso à arte, cultura e educação. Localizado na região metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais, o projeto oferece oficinas de instrumentos de cordas (violino, viola, violoncelo e contrabaixo), sopros (flauta transversal, fagote, oboé e clarinete) e percussão a crianças e jovens de comunidades de baixa renda e em situação de vulnerabilidade social. A partir da educação musical, a Orquestra Jovem Gerais busca a inserção destes jovens na sociedade, despertando o talento artístico e gerando oportunidades culturais e profissionais. Diante deste cenário, o projeto pretende contribuir para a formação cidadã dos alunos e transformação da realidade e justiça social.

Atualmente, o projeto atende 250 crianças e adolescentes que, além das aulas de música, contam com acompanhamento psicopedagógico. Desde a sua fundação, já passaram pela ONG 1500 alunos. A Orquestra tem caráter permanente, ou seja, procura atualizar seu contato com a comunidade por meio de frequentes ações de sensibilização através de concertos e recitais. O projeto também estabelece parcerias com equipamentos sociais e culturais para a divulgação das oficinas, como associações e escolas públicas.

As transformações promovidas a partir das ações da ONG, inicialmente batizada de Orquestra Jovem de Contagem, permitiram o amadurecimento e expansão do projeto, bem como sua distinção no meio musical, conduz indo a Orquestra por novos tempos e uma importante fase de transição. Desde a estrutura pedagógica de ensino até as performances nas apresentações, a Orquestra realiza seu trabalho com públicos de diferentes faixas etárias, classes sociais e realidades culturais, que normalmente não acessam esse estilo musical. Como forma de expressar e materializar essas transformações e ao mesmo tempo valorizar o projeto pelo que o distingue, a ONG mudou de nome, tornou-se Orquestra Jovem Gerais.

O nome Orquestra Jovem Gerais representa um olhar para dentro, para o sertão que está no interior de Minas, e dentro de seus habitantes; mas também para o sertão de suas grandes cidades – como é Contagem – sertão das favelas, dos morros, das vilas e aglomerados. A Orquestra Jovem Gerais representa a importância do acesso democrático à arte e reconhece sua capacidade de unir os públicos mais diversos. É uma maneira de mostrar ao mundo o que a Cultura Mineira tem, sobretudo, através de ações que promovam a inclusão social, o combate à pobreza e os direitos da infância e da juventude.

Missão

Promover a inclusão social por meio da música, oferecendo oficinas de instrumentos de cordas e sopros para crianças e adolescentes de áreas de vulnerabilidade social da região metropolitana de Belo Horizonte, MG.

Visão

Ampliar a atuação da organização para cidades da região central de Minas Gerais, de maneira sustentável.

Valores

Ética
Inovação
Sustentabilidade
Espírito jovem
Comprometimento
Paixão pela música
Coletividade

WhatsApp Image 2017-10-20 at 22.33.21Na última terça-feira, 17 de outubro, quinze músicos da Orquestra Jovem Gerais participaram do Super Minas, evento anual realizado no Expominas entre os dias 17 a 19 de outubro. O músicos ficaram por conta da abertura e, com maestria, apresentaram o Hino Nacional, Aquarela do Brasil, Mourão e Suite de Minas.

WhatsApp Image 2017-10-20 at 22.33.22O Super Minas é um evento para varejistas e para o setor de panificação mineiros e nacionais, realizado desde 1985. Durante os dias de exposição foram oferecidas palestras, fóruns, reuniões, talk shows e oficinas que atualizam os varejistas sobre as novidades no mercado nacional e internacional. Cerca de 50 mil e 55 mil pessoas, por edição, já participaram do Super Minas nos últimos anos.

Mais da metade da população do Chile está concentrada em Santiago. Atualmente,  muitos imigrantes venezuelanos e haitianos estão indo para o Chile tentar uma vida melhor. Isso pode explicar a razão de ter haitianos no último concerto da Turnê 2017 no Chile. Como a história da capital chilena foi explorada ontem, hoje foi dia de conhecer a região de Valparaíso, a cidade Viña Del Mar.

A primeira parada em Valparaíso foi na vinheria Rio Tinto. Lá os alunos puderam comprar vinhos para presentear os familiares, aproveitando o baixo preço e a variedade de vinhos que a vinheira oferece.

IMG_5217IMG_5250

Na pausa para o almoço, os alunos encontraram um músico que fez o almoço ser muito animado. No restaurante escolhido em Viña Del Mar, o músico – apenas com voz e violão – apresentou canções regionais e algumas músicas a pedido dos alunos da Orquestra. A violista Kezya Emanuelly pediu um momento no repertório do músico para cantar o hit que acompanhou a OJG em todos os momentos: Regime Fechado, da dupla Simone e Simaria. E com a ajuda do aluno João Pedro tocando violão e os amigos acompanhando em coro, eles animaram todo o restaurante.

WhatsApp Image 2017-10-17 at 00.18.38

A cidade de Viña del mar tem um estilo arquitetônico mais atual. É a chamada internamente de cidade Jardim, devido a grande quantidade de flores em todas as partes. Além de conhecer a agradável cidade florida, os alunos visitaram a praia Salinas, em frente a Escola Naval do Chile.

IMG_5282WhatsApp Image 2017-10-16 at 12.53.53 (1)IMG_5390

No Museo de Arqueología e Historia Francisco Fonck de Viña Del Mar é onde está localizado um dos únicos exemplares de Moai, monumento original da Isla de Páscoa, que está na América do Sul. Isla de Pascoa presenteou a cidade vina del mar com essa gentileza.

IMG_5435IMG_5438

A Orquestra fez uma passagem rápida pelo Cassino Municipal Viña Del Mar. Infelizmente, não era permitido a entrada de menores de 18 anos nem tirar fotos internamente. Os alunos que entraram ficaram encantados com as máquinas coloridas e com o público do lugar formada, principalmente, por idosos aposentados de classe alta.

IMG_5424

A Turnê América do Sul 2017 – Argentina, Uruguai e Chile terminou por aqui. Amanhã será o dia de arrumar as malas e voltar para nosso querido Brasil!

Veja mais fotos aqui.

A manhã fria de sexta-feira começou com os alunos da Orquestra Jovem Gerais conhecendo o Mercado Central de Santiago. Desde 1964, ano em que foi construído, o grande mercado de dois andares já foi reformado várias vezes. Se a procura for por restaurantes, açougues, peixarias e lojas de artesanatos é o lugar certo. É considerado um patrimônio histórico por ter conservado, principalmente, a gastronomia chilena.

IMG_4576

O segundo destino foi a Catedral Metropolitana de Santiago e a Plaza de Armas. Atualmente, a Catedral é o centro da Arquidiocese de Santiago do Chile e se localiza ao redor da principal praça chilena, Plaza de Armas. Ambas também são considerados monumentos nacionais do Chile.

IMG_4586

Depois do almoço, houve tempo disponível para fazer compras e explorar a cultura local. Muitos utilizaram esse período para explorar um pouco mais da cultura chilena.

IMG_4643IMG_4703

Por sorte dos que gostam de se molhar, o frio e a ventania que amanheceram em Santiago estiaram e todos aproveitaram o lindo sol na piscina do hotel.

IMG_4737IMG_4739

No fim do dia foi o momento do último concerto da Turnê América do Sul. Na plateia estavam haitianos, chilenos, crianças, jovens e adolescentes. Para a aluna Ana Cecília Rodrigues a Turnê foi muito boa. Não houveram desentendimentos e tudo ocorreu muito bem. Sobre a apresentação no Chile, Cecília definiu como uma ótima apresentação para o encerramento.

“Foi um dos concertos mais descontraídos da Turnê. Acho que, por ser o último, já estávamos preparados e tudo fluiu bem.” Disse a violinista.

IMG_4874IMG_4764IMG_4774IMG_4862IMG_4865IMG_5183

Veja mais fotos aqui.

 

Agenda

<< Nov 2017 >>
DSTQQSS
29 30 31 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 1 2
Concerto na Escola Estadual Deputado Simão da Cunha - Contagem/MG
Escola Estadual Deputado Simão da Cunha
Rua Paraopeba, 360 - Novo Progresso

18/11/2017
10:00

Concerto da Orquestra Jovem Gerais - Contagem/MG
Teatro SESI Contagem
Via Sócrates Marianni Bittencourt, 750 - Cinco

22/11/2017
19:30

Ação de Natal no Restaurante Popular de Contagem - Contagem/MG
Restaurante Popular de Contagem
Tv. B-3 - Eldorado

01/12/2017
11:30

Praça Ativa de Natal - Ibirité/MG
Estádio Municipal de Ibirité
R. do Barreirinho - Jardim Ibirité

03/12/2017
14:30

Recepção ao Cônsul do Japão - Belo Horizonte/MG
FIEMG
Avenida do Contorno, 4456 - Santa Efigênia

05/12/2017
18:00