Chegou para ficar e inspirar: Projeto “Composições” é lançado na OJG

  • 9 de agosto de 2019
Chegou para ficar e inspirar: Projeto “Composições” é lançado na OJG

Começou hoje na Orquestra Jovem Gerais o projeto “Composições”. Idealizado pela coordenadora Rosiane Reis e conduzido pelos professores, o projeto estimula a criatividade dos alunos propondo o desafio de compor. As composições devem ser originais e de autoria exclusiva do aluno, partindo de algumas notas já preestabelecidas pelos professores.

Logo no lançamento do projeto os alunos de Viola Clássica, da professora Thaynara Coimbra, apresentaram suas respectivas composições: Amanda Lopes /Ao Por do Sol, Isabelle Lopes/União, Lucas Ryan/O Canto do Sábia Solitário e Clara de Lima com a canção Puro Amor. Na ocasião, também se apresentaram quatro violoncelistas, alunos da professora Sheyenne Bitencourt: Isabella Teixeira com a canção Desespero, Pedro Arthur/O silêncio, Maria Eduarda/Life e Lívia com Escuridão.

O projeto revelou que alguns dos alunos já estão familiarizados com a arte de compor, como é o caso da aluna de viola, Clara Lima. Ela relatou que a música sempre lhe ajudou nos momentos mais difíceis que enfrentou, e, quando havia dificuldade de se expressar por meio de palavras, encontrou na composição de músicas um meio de traduzir os seus sentimentos. No triste momento de doença da sua avó, Clara escrevia e cantava para ela, sentindo que a música trazia calma e conforto. Após o falecimento de sua avó, Clara continuou a compor e tem nela a sua fonte de inspiração. “Sempre que eu escrevo eu penso nela, acredito que ela ficaria feliz em ouvir, é uma forma de homenageá-la” – afirma Clara.

O projeto passa a integrar o quadro fixo de atividades da OJG, e segue pelos próximos dias. “Acreditamos que com esse projeto vamos incentivar o desenvolvimento criativo dos alunos e identificar vários talentos que as vezes ficam escondidos”, afirma Rosiane, idealizadora da iniciativa.

IMG_8951IMG_8750IMG_8764