Recital de Trompas e Violoncelo emocionam público presente

WhatsApp Image 2018-12-06 at 16.00.50A tarde do dia 05 de novembro de 2018 provocou muita emoção no público presente. O Recital de Violoncelos e Trompas deste fim de ano animou os convidados e provou que os alunos se dedicaram durante as aulas. As turmas das professoras Ana Paula Faria e Larissa Cecília representaram o violoncelo, e a turma do João Pedro Morais apresentou canções para trompas.

A violoncelista Isabella Teixeira escolheu a Suíte nº 1 de Bach, composição famosa pela presença do violoncelo. “Foi muito bom porque todo mundo tocou muito bem. O que cada um escolheu pra tocar foi muito lindo, todo mundo se esforçou.” disse sobre o recital e sobre as aulas durante o ano.

IMG_0668

Teixeira também elogiou o repertório do Recital de Trompas. As duas alunas, Ana Clara e Rebeca, entraram este ano na Orquestra Jovem Gerais e já se identificaram com o instrumento. “Achei muito top, porque eu gosto muito das músicas que elas tocaram. Desde que elas entraram, elas evoluíram muito.” contou Isabella.

O professor de Trompa, João Pedro, ficou responsável pela turma há pouco mais de 01 mês e afirma que não teve muita dificuldade em preparar o repertório. As alunas já estavam encaminhadas e seu trabalho foi reforçar os ensaios.

Veja mais fotos aqui.

Violinos encantam plateia em Recital de Fim de Ano

O Recital de violinos desta terça-feira, 04 de dezembro de 2018, foi emocionante. Os alunos deram uma aula de técnica: realmente mostraram que estão afinadíssimos no instrumento. Com muitos pais presentes, três turmas de violino apresentaram um pouco do repertório estudado durante o ano e deixaram os professores e plateia orgulhosos.

Denise Martins adorou o Recital. Mãe do violinista Diego Daniel, aluno da Orquestra Jovem Gerais há cerca de 4 anos, relembrou de todas as etapas de seu filho durante as apresentações.  “É muito bom ver a evolução das crianças. Vejo os novatos e lembro de quando o meu começou e que batia o nervosismo nele. Ao mesmo tempo a gente vê o degrauzinho que eles vão subindo. Só tenho a agradecer.”

O professor de violino Paulo Henrique Antunes, ex-aluno da OJG, começou a dar aulas para as turmas em Agosto deste ano, em consequência do intercâmbio do prof. Matheus Oliveira. Segundo Paulo, os alunos se desenvolveram muito bem.

“São turmas muito boas, eles estavam em um caminho muito legal com o Matheus, o último professor de violino deles, e já chegaram muito bem. O trabalho que está sendo desenvolvido tanto na minha turma quanto nas outras está bem satisfatório. O recital de foi bem satisfatório e ano que vem vai ser melhor.” disse o professor.

O aluno Richelmme Gustavo também aprovou o resultado. Mas espera para o ano que vem muito estudo. “O recital transcende todo o esforço que a gente teve o meio do ano até aqui. Estamos colocando um ponto final em uma escala evolutiva nossa. Ano que vem a gente vai estudar mais para ter recital como esse. Espero que seja melhor e que todos venham!” disse.

Veja mais fotos aqui.

Núcleo Ibiritermo celebra Concerto de Fim de Ano

Concerto de Fim de Ano - Ibiritermo (28)

O núcleo Ibiritermo realizou o Concerto de Fim de Ano na quarta-feira, 05 de dezembro de 2018, no auditório da Escola Técnica Brasil Profissionalizado, em Ibirité. No evento foi celebrado o encerramento das atividades do núcleo com apresentações musicais de todas as turmas. Em 2018, 80 alunos foram atendidos e muitos iniciaram os estudos este ano. Tudo isso, graças ao apoio e parceria das empresas Ibiritermo e a Fundação Helena Antipoff.

Os alunos ficaram muito empolgados com a apresentação e sentiram um friozinho na barriga antes de subir ao palco. Para descontrair, enquanto as turmas da manhã se apresentavam, as professoras do turno da tarde Lívia Miranda (viola clássica), Raissa Rezende (contra-baixo), Larissa Cecília (violoncelo) e Aline Aires (viola clássica) fizeram um Amigo Carta. As turmas trocaram cartas com felicitações e palavras gentis entre si para selar as amizades e o fim do ano.

Ao final, a plateia, repleta de familiares e amigos dos alunos, aplaudiu de pé as apresentações. Cerca de 250 pessoas foram prestigiar o núcleo Ibiritermo. Muitos elogiaram o trabalho do projeto desenvolvido com os alunos no decorrer do ano.  

Na preparação para o Concerto de Fim de Ano, a professora de viola clássica Aline Aires contou um pouco do processo. Foi no segundo semestre que as músicas Bambalalão e Brilha Brilha Estrelinha foram estudadas para a apresentação. No início do ano, 4 alunos de violino migraram para as aulas de viola clássica. Depois mais 10 alunos do núcleo Ibirité também se uniram à turma. “Por incrível que pareça, eles não tiveram dificuldade quanto a adaptação. Isso me fez muito feliz, como professora.” falou Aline Aires.

Ainda nas cordas, a professora de contra-baixo Raissa Rezende procura trabalhar proporcionando autonomia e liberdade a seus alunos. “Foi um ano muito proveitoso, os alunos precisaram de um puxão de orelha, mas no final deu tudo certo. A escolha do repertório foi de acordo com o nível de dificuldade dos alunos. Escolhemos o concerto de Mahler, para ter algo mais clássico, e a música do Naruto foi de escolha deles, por serem fãs. Pedro e Luis evoluíram bastante, e trazer músicas que eles gostam, os motivam a estudar mais.” disse Rezende.

A turma dos sopros do núcleo Ibiritermo também tiveram um ano especial. Grande parte dos alunos iniciaram os estudos este ano, ou seja, o projeto conseguiu atender mais alunos na cidade de Ibirité (MG) e, muitos, foram aprender flauta doce.

Veja mais fotos aqui.