DIA 3 – Concerto no Teatro Ipanema com Buchecha

  • 27 de março de 2018
DIA 3 – Concerto no Teatro Ipanema com Buchecha

Os alunos da Orquestra Jovem Gerais foram recebidos com um lindo dia de sol na cidade maravilhosa. Depois de um breve descanso da viagem de Entre Rios de Minas até o Rio de Janeiro, os músicos se revigoraram e foram conhecer o ponto turístico referência da cidade carioca: o Cristo Redentor.

O trajeto começa com o passeio de Trem do Corcovado. Durante meia hora, a vista dos integrantes da OJG ficou anestesiada com tanta beleza. A linha de ferro mais antiga do Brasil foi inaugurada por Dom Pedro II, em 1884. O trem é centenário, atravessa parte da Mata Atlântica do Parque Nacional da Tijuca e não polui.

20180327_094919

Quando o trem do Corcovado chega ao topo e aos pés do Cristo Redentor, a paisagem de toda a cidade se revela. Maravilhada com os 38 metros de altura e por estar diante a uma das Sete Maravilhas do Mundo, a aluna de viola clássica Isadora Assis ficou sem palavras com o símbolo carioca. “Achei muito bonito e muito grande. Ah, e também muito quente! Quando você olha pra frente, parece que vai cair em cima de você.

A segunda parada foi no Sambódromo da Marquês de Sapucaí. A passarela do samba carioca era uma rua onde as escolas de samba tinham o costume de desfilar no período do Carnaval e desmontavam as arquibancadas quando acabava a festa. Com o passar dos anos, o Sambodromo foi projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer e em 1984 a construção foi finalizada.

O CONCERTO

A palavra que define o concerto da Orquestra Jovem Gerais no Rio de Janeiro é HARMONIA. Os músicos estavam preparados e a plateia foi ao delírio com a apresentação.

Apesar do nervosismo em compartilhar o palco com Buchecha, os alunos da OJG se saíram muito bem na noite do dia de 27 de março. “Foi uma experiência muito boa a gente tocar com um artista diferente que já tem mais presença de palco. Ele passou uma energia de segurança. Isso inspira e faz querer ser tão grande como ele!” disse o violinista Alisson.

“Projeto como a Orquestra é maravilhoso e fundamental pra galerinha que está começando e que está engajada na música.” Disse Buchecha sobre as Ongs culturais.

20180327_191626

Além de Buchecha como convidado especial, na plateia estavam nossos convidados da Escola de Música da Rocinha, ONG Solar Meninos de Luz, Orquestra Sinfônica Juvenil Carioca, Sociedade Brasileira De Solidariedade, o Fã Club Oficial do Buchecha e amigos e familiares dos alunos.

Giovana, aluna da viola clássica da Escola de Música da Rocinha, 8 anos, se admirou com a apresentação da Turnê Minha Pátria. “Foi demais! Ficou muito bom tudo. Reconheci algumas músicas e o Buchecha participando foi lindo. Vou levar algumas coisas pro pessoal do projeto também.” Declarou a pequena.

20180327_193319Com muita história, o Teatro Ipanema teve influência nos rumos do teatro brasileiro nos anos 1970. Em 2011, quando se tornou propriedade municipal, o teatro foi reformado e até hoje continua como ferramenta cultural útil para a cultura carioca.

O vlog de hoje foi feito por Ana Cecília e Diego. Confira!

Obrigada, Ibiritermo, Supermix, Copasa, Governo de Minas Gerais, ArcelorMittal, Belgo Bekaert Arames, Tambasa Atacadista, Patrus Transportes, Via Jap, Puc Minas, C.M.D.C.A.C e Ministério da Cultura por acreditarem neste sonho!

Veja mais fotos aqui.